Utilização de drones para construção e inspecção
Indice

A arquitetura é uma disciplina em constante evolução e a tecnologia tornou-se um elemento chave na indústria da construção. Os drones para construção e inspecção ganharam popularidade nos últimos anos, proporcionando novas formas de monitorizar e de colaborar em projetos. Neste artigo, discutiremos precisamente estas questões.

Como podem os drones melhorar a eficiência na construção e inspeção?

Os drones no âmbito da construção e da inspeção podem melhorar significativamente a eficiência neste setor. Em primeiro lugar, podem fornecer imagens, dados precisos e detalhados de áreas específicas que são difíceis de alcançar ou que podem ser perigosas para os trabalhadores. Estamos a falar, por exemplo,  da inspeção de estruturas, da realização de medições e do registo de alterações no terreno.

Além disso, os drones podem permitir aos trabalhadores executar tarefas em menos tempo, o que pode reduzir os custos e aumentar a produtividade. Por exemplo, os drones podem monitorizar o progresso da construção e fornecer atualizações em tempo real, o que pode ajudar as equipas a tomarem decisões mais rápidas e eficazes. Podem também mapear o local da construção para planear com maior precisão a colocação de materiais e equipamentos.

Os drones de construção e inspeção podem, também, ser úteis para a gestão da segurança do estaleiro. Por exemplo, podem detetar e documentar potenciais perigos, tais como desgaste do equipamento, erosão do solo e a presença de resíduos perigosos.

Os drones podem, igualmente,  ajudar a manter os trabalhadores em segurança, uma vez que podem proporcionar uma visão aérea do estaleiro de construção e alertar os trabalhadores para as áreas perigosas.

Que tipos de drones são mais adequados para construção e inspeção?

Existem vários tipos de drones que podem ser adequados para a construção e inspeção, dependendo das necessidades específicas do projeto e do tipo de tarefa. Alguns dos tipos mais comuns de drones utilizados na construção e inspeção são:

  • Drones com câmaras de alta resolução: estes drones são concebidos para capturar imagens detalhadas e de alta qualidade de locais de construção, estruturas, estradas, pontes e outros objetos. As câmaras de alta resolução podem captar detalhes minuciosos que podem ser úteis para o planeamento e monitorização do progresso do projeto;
  • Drones com sensores térmicos: estes drones podem detetar e medir a temperatura de objetos e superfícies, o que pode ser útil para detetar fugas de calor, identificar áreas de perda de energia, e inspecionar sistemas de aquecimento, ventilação e ar condicionado;
  • Drones com sensores de lidar: estes drones utilizam sensores de luz e laser para gerar mapas precisos em 3D de locais e estruturas em construção. Estes mapas podem ser úteis no planeamento da construção e na identificação de questões de segurança e perigos;
  • Drones heavy-lift: estes drones são concebidos para transportar cargas pesadas, tais como materiais e ferramentas de construção, para locais de construção de difícil acesso ou situados em áreas remotas.

Que tipo de câmaras e sensores podem ser utilizados com drones, no sector da construção?

Há uma variedade de câmaras e sensores que podem ser utilizados com drones para construção e inspeção, cada uma com características e capacidades diferentes. Algumas das mais comuns incluem:

  • Câmaras RGB: as câmaras mais comuns, podem captar imagens a cores de alta resolução e são úteis para inspeções visuais e documentação de projetos. São frequentemente utilizadas para captar imagens de fachadas de edifícios e para o acompanhamento do progresso da construção;
  • Câmaras multiespectrais: estas câmaras podem captar imagens em diferentes bandas do espectro eletromagnético, incluindo luz visível, quase infravermelha e térmica. Estas câmaras são úteis para monitorizar o crescimento de plantas e detetar problemas em estruturas, tais como perdas de energia e danos no isolamento;
  • LIDAR: este tipo de sensor utiliza lasers para medir a distância entre o drone e os objetos no solo, permitindo a criação de mapas altamente precisos do terreno. É especialmente útil para o planeamento de projetos de construção e avaliação da topografia do terreno;
  • Sensores de deteção de gás: estes sensores podem detetar a presença de gases tóxicos no ar e são úteis para a monitorização da qualidade do ar no local de construção;
  • Sensores ultra-sónicos: estes sensores podem medir distâncias e são úteis para a inspeção de estruturas e deteção de objetos escondidos.

Que habilidades e requisitos são necessários para operar drones na construção e inspeção?

Para operar drones no sector da construção é necessário ter um conjunto de competências e requisitos de forma a garantir a sua utilização segura e eficaz.

São necessários conhecimentos técnicos básicos sobre drones, o seu funcionamento e os seus sistemas de controlo remoto. É igualmente importante conhecer as regras e regulamentos que regem a sua utilização.

São também necessárias competências de pilotagem de drones para executar manobras precisas e evitar acidentes. É importante ter uma boa coordenação motora e visual, bem como ter capacidade de operar os controlos com precisão.

Os operadores de construção e inspeção de drones devem estar familiarizados com o terreno e com a área de trabalho de forma a evitar obstáculos e potenciais perigos. Isto inclui conhecer a localização das linhas elétricas, edifícios próximos e quaisquer outros obstáculos que possam interferir com o voo do drone.

Os operadores de aeronaves devem estar preparados para detetar e resolver problemas que possam surgir durante o voo, tais como perda de sinal, condições atmosféricas adversas, entre outros. É importante ter capacidades de comunicação eficazes com a equipa no terreno para coordenar o trabalho e garantir a segurança em todos os momentos.

Que regulamentos e licenças são necessários para utilizar drones no sector da construção?

Os regulamentos e licenças necessários para a utilização de drones para a construção e inspeção variam consoante o país e a área de trabalho. Contudo, em geral, os seguintes regulamentos e requisitos têm de ser cumpridos:

  • Registo do drone: em muitos países, é necessário registar o drone junto de uma entidade governamental específica antes da sua utilização comercial;
  •  Licença de piloto: em alguns países, é necessário obter uma licença de piloto de drone antes da sua utilização;
  • Seguro de responsabilidade civil: é importante ter um seguro de responsabilidade civil para cobrir possíveis danos causados pelo drone durante a sua utilização;
  • Cumprimento dos regulamentos da Autoridade da Aviação Civil: na maioria dos países, a Autoridade da Aviação Civil (CAA) estabelece regulamentos para a utilização comercial de drones. Estes regulamentos incluem limites de altura, distância, zonas de exclusão, entre outras normas;
  •  Licença de voo: em alguns casos, é necessária uma licença de voo especial para operar drones em áreas específicas, tais como aeroportos, zonas restritas ou zonas de tráfego intenso;
  •  Respeito pela privacidade: é importante respeitar a privacidade dos indivíduos durante as operações com aeronaves e cumprir as leis e regulamentos aplicáveis nesta área.

Qual é o custo da utilização de drones para construção, e como se posicionam em relação aos meios tradicionais?

Um dos principais benefícios da utilização de drones para a construção é que podem reduzir o custo e o tempo necessários para realizar inspeções e levantamentos. Os drones podem realizar estas tarefas com maior rapidez e precisão do que os métodos tradicionais, reduzindo o tempo necessário para realizar inspeções e minimizando a necessidade de mão-de-obra.

Além disso, a utilização de drones na construção também pode reduzir os custos relacionados com a segurança. Ao utilizar drones para inspecionar estruturas e áreas de difícil acesso, o risco de acidentes para o pessoal de segurança é reduzido.

Em termos de investimento, o custo pode variar dependendo do modelo, marca e especificações dos equipamentos. No entanto, em geral, o custo dos drones e equipamento necessário para utilização na construção diminuiu significativamente nos últimos anos, o que o tornou mais acessível para empresas de construção de diferentes dimensões.

Conclusões

Os drones de construção e inspeção tornaram-se uma ferramenta valiosa no sector, proporcionando novas formas de inspeção e monitorização de projetos. Ao fornecer imagens, dados precisos e detalhados dos projetos, os drones podem melhorar significativamente a eficiência na construção e inspeção, permitindo aos trabalhadores executar tarefas em menos tempo, reduzindo custos e aumentando a produtividade. Além disso, os drones podem ser úteis para a gestão da segurança no estaleiro de construção, detetando e documentando potenciais perigos.

Outros posts

A Alubuild® obtém a certificação DIT Plus
Arquitetura e Cinema: um diálogo visual
Além de Riken Yamamoto: 5 arquitetos japoneses vencedores do Pritzker
Fachada ventilada e ETICS: Principais diferenças e semelhanças entre sistemas